sábado, 8 de agosto de 2009

Mais selinhos e filme!

Olá...

vim hoje mostrar mais dois selinhos que ganhei e, de quebra, deixar uma dica para uma "sessão pipoca" !!! :)

O primeiro selinho ganhei da Lih do blog De tudo um pouco.
.
.
Regrinhas:
1. Deve exibir o selinho em seu blog -- OK!
2. Postar o link do blog que te indicou -- OK!
3. Listar 5 desejos de consumo que te deixariam mais glamurosa -- 1) Copiando minha amiga Renata, qualquer produtinho da MAC agora me deixaria feliz!!! 2) A coleção verão 2010 da Arezzo (as sapatilhas e sandálias) também me deixariam nas nuvens!! 3) Um cartão de crédito sem limites para gastar em um dia de compras no shopping (sonhar não custa nada). 4) Alguns dias em um spa. 5) Algum tratamento maravilhoso para os cabelos (não tenho nada em mente, mas Kerastase seria algo interessante!!! renata, você me influenciou nessa tb! hehe)
4. Indicar 10 seguidoras glamurosas de seu blog: Bom, não dá pra endicar 10 seguidoras porque não tenho esse número, o que faz com que automaticamente todas as queridas que me acompanham sejam premiadas!
:)
O segundo selinho foi indicação da Renata, do Recrazygirl's Word e minha parceira no My Cherry Space !!!!



Regrinhas:

1- Exibir o selinho no seu blog -- Ok!

2- Postar as regrinhas -- Ok!

3- Indicar o nome e o blog de quem lhe passou o selinho -- Ok!

4- Citar três motivos de doçura e elegância: ser educada; ficar longe de baixarias e valorizar-se!!!

5- Indicar, no mínimo, três blogs que vc considera DOCE e ELEGANTE: De tudo um pouco, blog da Lih; Jardim da Kall, blog da Érika e Pati's Home , blog da Pati.

Meninas, obrigada pela indicação!!!!!

;)

E para terminar, já que não tenho muito o que escrever, vou indicar um filminho que vi ontem: Eu, meu irmão e nossa namorada. Não é nenhum sucesso de bilheteria, mas tem a fórmula dos filminhos "água com açúcar" que eu adoro!!!
Resumindo, a história é a seguinte: Um escritor viúvo, pai de três filhas, depois de quatro anos sozinho só pensando no amor da sua vida que se foi, conhece uma garota que o faz sentir vivo novamente. Como nem tudo é perfeito, a tal garota é simplesmente a nova namorada de seu irmão!!!
Durante o filme ele fica perdido entre os valores éticos e familiares, o que é certo e errado, e se seu novo amor!!
Eu consegui rir e chorar (chorar em filme no meu caso é coisa fácil hehehe)!! Também achei interessante o fato do personagem principal (Dan, vivido por Steve Carell) ser um escritor e colunista reconhecido por dar conselhos em editorias, ajudar famílias com problemas, e ao mesmo tempo não conseguir colocá-los em prática na própria vida! Eu sou assim, estou sempre disposta a ajudar os outros, ainda que só com palavras, mas quando o problema é comigo os conselhos desaparecem! Acho que é semore assim, com todo mundo!
Gostei também quando ele cita que não adianta planejar muito as coisas porque "a única coisa que podemos planejar é que acabaremos sendo surpreendidos"! Bem realista!!!
Pra quem gosta do gênero, fica a dica e o trailer!!

video

Adorei Let My Love Open the Door, de Pete Townshend, uma das canções da trilha sonora, que Dan e o irmão cantam no meio do filme. Música velhinhaaa, mas ótima!!! :D

É isso por hoje!!!!

Beijosss!!!

domingo, 19 de julho de 2009

Mais um selinho

Oii...

passadinha hoje para postar mais um selinho que ganhei da Renataaa...

Regras: Postar o selinho e as regras.



2. Responder às perguntinhas:

- Uma música mágica: Mais que uma voz
- Um filme mágico: Um amor pra recordar
- Uma viagem mágica: Praia do Forte, Bahia.
- Um acessório de maquiagem mágico: Rímel eternamente!!

Indicar o selinho para 5 blogs mágicos.

1. Gabriel, do Letra, música e besteira (sei que já foi indicado, mas eu preciso fazer isso! hehee...)
2. Carlos, do Carlos Eduardo em Foco
3. Érika, do Jardim da Kall
4. Eliza, do Vida em papel
5. Renata e Eu, do My cherry space

Precisei escolher cinco, mas muitos outros blogs são mágicos também! Muito bom quem sabe usar esse espaço para transmitir mensagens bacanas a seus seguidores!!! :)
Beijos!!!

É proibido...

Olá amigos,
desculpe por mais uma vez abandonar este espaço. Na verdade não cheguei a abandoná-lo, já que por algumas vezes comecei a escrever alguma coisa, mas na última hora achava que não estava bom e desistia...
Hoje vou postar um texto de Pablo Neruda, mas fiquem tranquilos que não vou deixar de escrever meus próprios textos e voltar a só colar títulos alheios! Esta vai ser uma oportunidade para dividir belas palavras com vocês e mostrar que não abandonei meu Lettera.

É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.

É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,
Não transformar sonhos em realidade.

É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.

É proibido deixar os amigos
Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.

É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,
Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você.

É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,
Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.

É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,
Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se
desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.

É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,
Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.

É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,
Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.

É proibido não buscar a felicidade,
Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

(Pablo Neruda)

Depois disso tudo, acredito sem sombra de dúvidas que qualquer palavra minha seria dispensável!

Perfeito!!!

Beijos a todos!!! :)

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Selinhos...

Olá...

mais selinhos para meu blog!!! =)

Por indicação da minha amiga Renata, recebo os selos e, seguindo as regras, sigo os passos de cada um:

O primeiro: Cute and Sweet!!

1) Divulgar o link CuPcAkE aNd RoCk'RoLL
2) Dizer meu doce predileto: Brigadeiro
3) Dizer minha música predileta: Escolha mais difícil... vai a que ouço agora, "Lenha", do Zeca Baleiro.
4) Indicar o selo para 4 seguidores do blog:

Eliza, do Vida em Papel
Gabriel, do Letra, Música e Besteira
Carlos, do Carlos Eduardo em Foco
My Cherry Space, projetinho meu e da Renata

Eis o selo:






O segundo: Recomendo e não recomendo!

5 produtos que comprei, aprovo e recomendo:

- Protetor solar Minesol da RoC fator 30
- Fluido matificante da Contém 1g
- Ultrabrilho para unhas da Avon
- Blush em creme Rosé cremoso da Contém 1g
- Bepantol pomada

5 produtos que comprei, não aprovei e não recomendo:

- Shampoo e condicionador Vita System
- Esmalte cor Goiaba da Avon (mesmo gostando dos esmaltes da Avon, esse está estranho!)
- Produtos Seda
- Ultrabrilho para unhas da Risquè (não é ruim, mas o da Avon superou!!)
- Protetor solar em creme! Não aguento, me dá nervoso... viva os oil-free!!!!

Repassando para:

My Cherry Space
Garota Atrapalhada
Testando produtos cosméticos
Vida em Papel

O selinho:



Obrigada Renata!!!! E vamos que vamos!!!!

;)


Bjos!!

domingo, 14 de junho de 2009

Ensaio sobre a cegueira

Voltei! E mais uma vez é a música que me inspira a escrever, resultado da vontade de querer mostrar algo que acho belo e que de alguma forma me faz bem.
Assisti na última quinta-feira o filme "Ensaio sobre a cegueira", adaptação cinematográfica dirigida por Fernando Meirelles do livro de mesmo nome, de José Saramago (aí está um assunto que muito me interessa, adaptações de obras literárias para o cinema!).
Já nos créditos finais é que toca Arioso, do compositor alemão Johann Sebastian Bach. A princípio não sabia a autoria, mas a já conhecida melodia naquele momento foi algo agradável para mim e me fez ficar alguns instantes imóvel diante da tv, uma sensação de conforto que me motivou a procurá-la depois. Acabou tornando-se minha trilha sonora nos últimos dias!
Apesar de crescer com meu pai ouvindo alguma coisa de música clássica, até então minha relação com o estilo era um pouco indiferente; era cômodo ouvir por acaso, mas por si só não me despertava o interesse.
Sou totalmente leiga sobre o assunto... a diferença hoje em dia é que, não faz muito tempo, fui motivada a começar a prestar um pouco mais de atenção nos sons, sentir um pouco mais as melodias e tentar captar o sentimento que desejavam transmitir. Como resultado, ultimamente me pego às vezes com a necessidade de ouvir algo do gênero... e é muito bom, como se por algum momento eu estivesse longe de tudo, sozinha, curtindo apenas aquele momento.

Para quem tiver a curiosidade de saber do que se trata, segue um vídeo com a interpretação do violoncelista Julian Lloyd Webber para Arioso, de Bach.




Já que toquei em "Ensaio sobre a cegueira" (ESC), acho válido fazer alguns comentários a respeito, já que li o livro e vi o filme. Vou partir do cinema para a literatura: o filme é muito bom, sem dúvida. A meu ver, Fernando Meirelles conseguiu ser fiel a obra sem deixar a essência do livro se perder; porém, acredito ser melhor para quem NÃO leu o livro. Obviamente seria impossível transportar na íntegra o conteúdo literário para as telas em duas horas de filmagem, mas é indiscutível que as reações de angústia, as sensações sufocantes e a ansiedade pelo desfecho são muito mais expressivas para os leitores. Por ter lido primeiro o livro, não me surpreendi com as cenas do filme, muito "pesadas" na opinião dos não leitores. As cenas criadas na mente de quem lê, sem dúvida, são muito mais fortes do que as da tela.

José Saramago é um escritor brilhante (meu primeiro contato com sua obra foi na 8ª série quando a professora de Literatura exigiu a leitura de "O conto da ilha desconhecida"); com a organização e a disposição dos elementos dos períodos longe do esperado pela escrita convencional, estrutura suas obras a partir da união de elementos históricos, temas imprevistos e ideológicos para criar um cenário alégorico, fantasioso, a partir do qual busca alcançar uma visão da realidade. A verdadeira mensagem de suas obras normalmente não será encontrada na superfície de seus textos, como é o caso de ESC. Um leitor descuidado, ou até destreinado, poderá não ser capaz de assimilar o conteúdo verdadeiro que o autor deseja transmitir por meio de mensagens presentes nas entrelinhas.

A cegueira apresentada na obra não deve ser vista como uma cegueira física, real, mas metafórica. A partir da situação fantasiosa de toda uma população encontrar-se cega, José Saramago espera mostrar que, muitas vezes até inconscientemente, as pessoas tendem a não enxergar além do que lhes é conveniente.

A "cegueira branca" da ficção é descrita por um dos personagens não como a ausência de luz associada as cegueiras comuns, mas como se, ao contrário, todas as luzes estivessem acesas ofuscando as vistas para o que estivesse ao redor. Talvez assim vivemos hoje, preocupados em nos tornar melhores que os outros, com os nossos interesses acima de qualquer coisa, em um cenário movido pela concorrência de um mundo cada vez mais competitivo; cada vez temos menos tempo para dedicar aos prazeres da vida, temos mais preocupações e cobranças, o que nos torna cegos em relação ao próximo, nos torna egoístas e nos coloca distantes da beleza existente na simplicidade das coisas.

Essa é a cegueira descrita por Saramago; em ESC esta leva o ser humano à sua essência, reduzindo-o a seu instinto, levando-o a agir como animal que luta pela sobrevivência. Em toda narrativa apenas uma personagem encontra-se com a visão perfeita, a qual demonstra solidariedade e preocupação aos mais próximos, sendo também a responsável por transmitir aos leitores o estado em que se transformou a humanidade.

Na minha opinião é uma leitura válida, que não deve ser apenas decodificada, mas estudada com carinho. Pela primeira vez penso em (daqui a algum tempo) ler um livro pela segunda vez.

Enfim, o livro é fantástico. A leitura a princípio é difícil, mas é questão de acostumar! Destaque para a riqueza de intertextualidade (que merece um estudo futuramente) e da descrição das cenas.

Para terminar, um comentário sobre livro x filme: uma das cenas que mais me chamou atenção no livro foi o trecho em que a personagem que podia ver, em um momento de fraqueza, busca abrigo em uma igreja para retomar as forças. Quando se dá conta, percebe que todas as imagens dos santos apresentam os olhos vendados, fato estranho sobre o qual não encontra a princípio nenhuma resposta.

Duas interpretações possíveis para mim: 1) a humaninade encontrava-se completamente abandonada pelos céus, o que teria levado ao caos; 2) a humanidade encontrava-se vítima de seu comportamento cego, sendo o reestabelecimento da situação dependente unicamente da ação e da mudança de cada um, não podendo nem mesmo os céus interferirem. Para ser coerente com a intenção de Saramago ao escrever o livro, acredito ser a segunda opção a mais plausível.

Confesso que o trecho da igreja e dos santos era a cena que eu mais esperava ver no filme devido a força que tem no livro, mas que infelizmente não foi tão explorada.

Bom, escrevi demais e até poderia escrever mais! Para não ficar tão chato, porém, paro por aqui, o que foi um misto de momento musical, análise literária e crítica ao comportamento humano. Talvez no fundo não tenha sido exatamente nada disso, mas pelo menos foi uma tentativa!

Foi uma experiência interessante.

Até a próxima! ;)

terça-feira, 26 de maio de 2009

You raise me up...

Nova postagem em três dias, acho que isso é um bom sinal! ;)
Nada muito interessante pra escrever... os dias ultimamente têm sido iguais, corridos, cansativos, embora tenha gente que acredita que eu não faça nada.
Estou cansada de estudar, fazer trabalhos, correr atrás das coisas, louca pra sair por aí sem rumo e descansar... o que não quer dizer também que esteja reclamando da vida, pelo contrário! Seria um pecado agir assim!!!! Às vezes até bate um certo desânimo, mas acredito que dentro da normalidade; dá vontade de virar um monte de coisas do avesso, voltar no tempo em algumas questões, avançar em outras... retomar e esclarecer algumas coisas no passado, adiantar e solucionar algumas do futuro, mudar de casa, de cidade ou o corte do cabelo... mudar qualquer coisa!
Tudo bem confuso, como minhas ideias costumam ser, mas nada sério; eu sempre ansiosa querendo ter domínio das coisas e do tempo, embora eu saiba que nada disso adianta e que tudo tem que seguir seu curso natural.
Nada disso, porém, me desanima de verdade! Na verdade não me desanima nem um pouco. Continuo seguindo em frente, confiante, satisfeita com o meu dia-a-dia abençoado por Deus!
Enfim, pra não perder mais o costume, uma música que pra mim é especial... marcou um período difícil na minha vida, mas que sou muito grata pela lição e pelas bênçãos que vieram a partir dele.
Pra mim a letra mostra que não importa o tamanho dos problemas, tem sempre alguém mais forte nos guiando e nos ajudando a enfrentar o que aparecer pelo caminho.
Versão com Westlife, mais uma que encontrei por acaso e que foi a responsável pela vontade de escrever agora, ainda que poucas linhas meio sem sentido!

:)


video

sábado, 23 de maio de 2009

Só pra constar: enjoei do antigo layout rosa.